sexta-feira, 15 de julho de 2022

TV PERNAMBUCO INICIA EXPANSÃO DO SINAL DIGITAL POR GARANHUNS NESTA SEXTA-FEIRA (15)

Até o final deste ano, mais de 100 municípios pernambucanos serão beneficiados





Nesta sexta, 15, às 14h, será inaugurado o sinal digital da TV Pernambuco em Garanhuns, município que fica a 230 km do Recife, e que é conhecido como a Suíça Brasileira, por conta do clima ameno. A inauguração marca o início da ampliação do sinal digital da emissora, que já está presente em três cidades (Caruaru, Recife e Petrolina), para mais de 100 até o final de 2022. O Governo do Estado está investindo R$ 1,5 milhão só no sistema de recepção do sinal. Isso permitirá o acesso da emissora aos investimentos do Programa Digitaliza Brasil, financiado pelo projeto 5G.

Para celebrar a inauguração, a TV Pernambuco transmite, ao vivo, pelo canal 12.1, para todo o Brasil a 30ª Edição do Festival de Inverno de Garanhuns. Situada no Agreste Meridional, Garanhuns é a cidade polo dos 26 municípios do entorno e concentra mais de um milhão de habitantes. Para recuperar o prédio do posto retransmissor do sinal, a TV Pernambuco contou com apoio de Cooperação Técnica da Prefeitura de Garanhuns.

Com o início da expansão do sinal digital, a TV Pernambuco será a emissora com maior abrangência no estado, mantendo o compromisso de divulgar os valores e a cultura do povo pernambucano. Os próximos municípios a receberem a digitalização serão: Arcoverde, Angelim, Araripina, Correntes, Exú, Marial, Ouricuri, Palmeirinha, Salgueiro, São José da Coroa Grande, Sertânia, Surubim e Tacaratu e mais 29 até o final de agosto.

Participam da inauguração o governador, Paulo Câmara, o prefeito da Cidade, Sivaldo Albino, o secretário de Ciência Tecnologia, Fernando Jucá e o diretor presidente da Empresa Pernambuco de Comunicação/TV Pernambuco, Ivan Júnior.

Sobre a TV Pernambuco - O mês de agosto de 2020 marcou a grande retomada da TV Pública. O projeto de reestruturação foi planejado em três etapas: Reforma estatutária, administrativa e financeira. Foi estruturada uma equipe de profissionais de jornalismo e produção, o que possibilitou a criação de uma nova programação. Com isso foi retomada a produção de programas locais e implantado o jornalismo diário. O espaço para produções independentes e da sociedade civil também foi ampliado. Outra mudança foi a filiação à TV Cultura. Assim, a programação que ainda contempla a TV Brasil, tem o melhor da produção educativa do país.