segunda-feira, 16 de maio de 2022

EXCESSO DE TRABALHO PODE LEVAR A SÍNDROME DE BURNOUT




O seu dia a dia de trabalho é estressante, você trabalha sob pressão e, normalmente, com muitas responsabilidades? Atenção para não desenvolver a síndrome de burnout, conhecida também como síndrome do esgotamento profissional.

“Desânimo, desmotivação e irritação são característicos do esgotamento. Normalmente a pessoa não consegue perceber os benefícios que o trabalho traz, não se sente bem em realizar atividades diárias”, afirmou o médico psiquiatra Tunai Galvão.

A síndrome de burnout envolve nervosismo, sofrimentos psicológicos e problemas físicos, como dor de barriga, cansaço excessivo, dor de cabeça e tonturas. O estresse e a falta de vontade de ir ao trabalho, por exemplo, também podem ser um alerta para o diagnóstico da doença.

“É bem comum que as pessoas com burnout percam a capacidade laboral, que é aquela aptidão e a vontade de trabalhar. Além disso, ficam desatentas, e até acham que estão com problemas relacionados à memória”, destacou o médico.

De acordo com o psiquiatra, os sintomas surgem de forma leve, mas tendem a piorar com o passar dos dias. O médico alerta sobre a importância de buscar tratamento o mais rápido possível. Ele orienta também a praticar exercícios regularmente, para aliviar o estresse e controlar os sintomas da doença.

“O psiquiatra e o psicólogo são os profissionais de saúde indicados para identificar e orientar a melhor forma do tratamento. É importante saber que bournout tem cura. Você se identifica com esses sintomas ou conhece alguém? Não deixe de procurar ajuda”, finalizou.

Programação do São João de Caruaru 2022