quinta-feira, 16 de dezembro de 2021

SECRETARIA DE POLÍTICAS PARA MULHERES ENCERRA 2021 COM NÚMEROS EXPRESSIVOS EM ATENDIMENTOS ÀS VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA

A SPM encerra 2021 com um extenso leque de ações voltadas para o enfrentamento à violência contra a mulher e ao fortalecimento e incentivo do empreendedorismo feminino




Mesmo sendo um ano atípico, por conta da pandemia, a SPM conseguiu executar todo o cronograma de ações, somando mais de 400 mulheres qualificadas, 2.800 atendimentos no Centro de Referência da Mulher, 1.182 no Balcão de Atendimento à Mulher e 3.950 pessoas presentes em formações e palestras on-line sobre enfrentamento à violência, cidadania, autonomia econômica e saúde da mulher.

Vale destacar o Centro de Referência da Mulher Maria Bonita, que, em nenhum momento durante a pandemia, cessou seus serviços, permanecendo com assistência presencial e on-line, somando um total de mais de 2.800 atendimentos realizados.




Ações:

Entre as ações está a ampliação do Balcão de Acolhimento à Mulher, que tem a finalidade de orientar sobre os direitos e como disponibilizar acolhimento psicológico, orientação jurídica e de assistência social, além do acompanhamento das demandas encaminhadas à rede, que totalizaram 1.182 até novembro de 2021.

Teve também o início do projeto "SPM na Feira", que consiste em um ponto de apoio da secretaria na Feira da Sulanca, com disponibilidade para atendimentos jurídicos, psicológicos e assistencial para as feirantes e também para os compradores que ali frequentam, e ainda há a possibilidade de agendamentos e inscrições para serviços e projetos da SPM.

O projeto "Caruaru que Cuida" foi retomado, voltado para o fortalecimento dos laços familiares das egressas do sistema prisional, em especial com os filhos, e ainda o incentivo ao protagonismo e à autonomia econômica das mesmas, através de rodas de diálogos e oficinas.




Dentro do eixo de políticas voltadas para o protagonismo jovem, a SPM realizou inúmeras rodas de diálogos, trazendo à tona diversos temas para fortalecer a autonomia das mulheres jovens. Foi iniciado também o projeto "Mulheres de Axé", que trata sobre empoderamento, intolerância religiosa, enfrentamento à violência contra a mulher, racismo religioso, entre outros.

Em parceria com a Uninassau, a Secretaria de Políticas para Mulheres retomou o projeto "Qualidade de Vida", levando para as mulheres de Jacaré de Gonçalves Ferreira, Morada Nova, Contendas, Gonçalves Ferreira, Rafael e Juriti atividades como pilates, orientações nutricionais e hidroginástica. Destaque também para o programa "Mulher Empreendedora", que visa incentivar e promover o empreendedorismo feminino, através de formação continuada com parceiros como o Sebrae, Asces/Unita, Banco do Nordeste, Dieese, Ramá, Instituto Ethos, secretarias municipais, dentre outros.

O programa tem aproximadamente 200 mulheres inscritas e já foram realizadas mais de 25 feiras. O objetivo é fomentar a comercialização dos seus produtos, através de espaços disponibilizados em parceria com entidades públicas e privadas.




Para as mulheres da zona rural, foi retomado o projeto "Seguridade Social no Campo", em parceria com a Asces/Unita, para garantir a elas o acesso à informação sobre a seguridade social. Nessa ação, mais de 80 mulheres foram contempladas.

Houve ainda o projeto "Cinema no Campo", que teve como objetivo levar cultura, reflexão e debate para as mulheres da zona rural de Caruaru.

Em agosto, mês de aniversário da Lei Maria da Penha, foram realizadas diversas atividades relativas ao Agosto Lilás, Mês de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres. Entre as ações, webinários, aula de defesa pessoal, campanha de enfrentamento à violência nas ruas da cidade, em outdoors e nos ônibus que circulam pela cidade; também nos shoppings Caruaru e Difusora, nos condomínios, na Feira da Sulanca, Feira da Agricultura Familiar, Feira da Boa Vista, na Casa de Saúde Bom Jesus, entre outros.

Destaque para as novas edições do projeto "Todo Dia 25 é Dia Laranja", através da realização de palestras sobre enfrentamento à violência contra a mulher; formação para integrantes da Guarda Municipal para ajudar no combate à violência contra as mulheres, e ampliação do programa "Maria da Penha vai até Você", que visitou as escolas e instituições religiosas.




A campanha "Outubro Rosa" foi bastante intensificada, com panfletagem e orientação sobre os direitos das mulheres com câncer. As ações ocorreram em vários locais, em diversos encontros e em todos os projetos em atividade da SPM.

"Ainda contamos com a presença da unidade Móvel de Mamografia; do dr. Marcel Caldas, que, em parceira com a SPM, realizou exames de mamografia em mulheres atendidas pela Ação Coletiva e pelo Balcão de Atendimento à Mulher da SPM", disse a secretária de Políticas para Mulheres, Juliana Gouveia.

Outra importante parceria nesse mês foi a Campanha de Prevenção do Câncer de Mama, promovida pela Acic, dr. Manoel Florêncio, Shopping Difusora e demais parceiros. Nessa ação, a SPM articulou e efetivou o transporte de mulheres da zona rural para a realização de exames clínicos, ultrassom e mamografia, além de orientação sobre o enfrentamento à violência contra a mulher, que é ofertado para todas que participam do evento, enquanto aguardam os seus exames.

Encerrando o mês de outubro, foi realizada a III Corrida e Caminhada Caruaru para Todas, com a finalidade de incentivar a prática de esportes e a melhoria da qualidade de vida das mulheres, com 1.659 pessoas inscritas e 25 parceiros e diversas ações.

O programa "Mulher que Faz", dentro do Qualifica Caruaru, também foi retomado, com os cursos de manicure e pedicure, design de sobrancelha para mulheres com deficiência e mães de crianças com deficiência, de técnica de unha em gel e bolos, buffets e confeitarias, direcionados a mulheres.

"Lives e palestras com temas de enfrentamento à violência, à saúde da mulher (orientações nutricionais, saúde íntima, cuidados com as mãos, combate ao câncer e anemia falciforme), sobre a Lei Nascer Bem e a Lei Municipal de Proteção à Gestante, Puérpera e Nascituro, além de terapias alternativas, orientações para prevenção e cuidado com a Covid-19, entre outras ações, fizeram parte das atividades realizadas pela SPM durante este ano", concluiu Juliana Gouveia.

Fotos: Elvis Edson e Edmilson Tanaka