quarta-feira, 1 de dezembro de 2021

QUAL A VANTAGEM DO ENSINO INTEGRAL PARA AS CRIANÇAS?

O ensino integral é uma oportunidade de desenvolvimento, onde a criança vai crescer com melhor organização de espaço e conteúdo, além de uma rotina estruturada.




Com o avanço da campanha de vacinação contra a Covid-19, as atividades presenciais voltaram ao normal e os pais, que tiveram um período maior com os filhos em casa devido à pandemia, estão voltando, assim como antes, a passar o dia todo no trabalho. Com isso, a realidade educacional brasileira vem mudando gradativamente. Em tempos atuais, manter os filhos na escola é questão de necessidade. Além da necessidade, os responsáveis também alegam que ficam mais seguros, devido ao cuidado que a escola oferece.

“Percebemos que tem sido uma grande vantagem para os pais manter seus filhos no ensino integral, pois o desenvolvimento socioemocional é bem maior, uma vez que as famílias atuais são mais reduzidas e algumas vezes a criança não tem o contato com outras crianças em casa. No turno complementar, as crianças se relacionam, tanto nas aulas, como nas refeições, atividades complementares e o momento do lazer. Do ponto de vista pedagógico, também é bem mais vantajoso, pois existe uma equipe de profissionais que planejam a rotina dos alunos, com o objetivo de organizar o período de estudos de modo mais assertivo, coisa que em casa a criança pode dispersar, seja passando um tempo muito grande na frente da TV ou mesmo mexendo no celular”, explicou a gestora pedagógica de um colégio particular de Caruaru, Anabelle Veloso.

Importante ressaltar que matricular uma criança no período integral não significa que os pais estejam passando a responsabilidade de educar seu filho para outras pessoas, em busca de mais tempo para o trabalho. Ao contrário, o ensino integral é uma oportunidade de desenvolvimento, onde a criança vai crescer com melhor organização de espaço e conteúdo, além de uma rotina estruturada. O que pode não acontecer quando os pais contratam alguém apenas para cuidar dos filhos durante o período de ausência.




“Muitos pais não podem levar seus filhos para as atividades complementares, após o período de aula regular. Já na modalidade integral, ofertamos esportes variados que os filhos podem se exercitar, cursar outros idiomas, como o inglês, sem precisar do deslocamento. Algumas crianças são privadas de atividades esportivas, algumas vezes, por não ter responsáveis que possam leva-las. Além de tudo isso, alguns pais já sinalizaram que, financeiramente, pode ser bem mais acessível deixar seu filho no período integral ao invés de montar uma estrutura com um responsável para cuidar da criança em casa”, enfatiza a gestora.

Quando a criança está inserida na modalidade integral, terá um tempo dedicado às atividades extraclasse, que contribuem para o desenvolvimento intelectual e social, além de despertarem interesse para diferentes áreas, já que são estimuladas em suas potencialidades com um acompanhamento pedagógico adequado.

Texto: Fernanda Villas Bôas