quarta-feira, 17 de novembro de 2021

UM ANO DO PIX: ESPECIALISTA EXPLICA EVOLUÇÃO E NOVAS FUNCIONALIDADES

Doutor em finanças comenta como novo sistema está focado em proteger usuários




O Banco Central está comemorando um ano de funcionamento do PIX. O sistema pode ser considerado um sucesso uma vez que já ultrapassa o número de TEDs, DOCs e cheques somados. O Pix foi adotado pelo cidadão comum e auxilia pequenos empreendedores nas transações do dia a dia, mas, embora a ferramenta seja um sucesso, pouca gente sabe da sua evolução ao longo dos últimos 12 meses.

“Existem inovações por vir e uma delas entra em funcionamento nesta semana, que é o Mecanismo Especial de Devolução. Com este recurso, será mais fácil reaver o dinheiro caso haja fraudes. Porém, é importante ressaltar que o sistema está focado em falhas operacionais, tais como instabilidades no sistema, ou fraudes, mas não será utilizado em caso de desacordo comercial”, comenta o doutor em finanças e docente dos cursos de gestão financeira do Unifavip, Ricardo Galvão.

Ele explica ainda sobre como deverá funcionar o novo sistema de proteção, visando coibir crimes que possam lesar os usuários do Pix. “De maneira simples, se o sistema apresentar instabilidade ou se houver uma pessoa ou entidade criminosa atuando com o propósito de lesar os usuários, o sistema entrará em ação. Se houver desentendimento entre comprador e vendedor, não haverá devolução via Mecanismo Especial de Devolução”, conclui.