quarta-feira, 17 de fevereiro de 2021

PRF DIVULGA BALANÇO ANUAL DE ACIDENTES NAS RODOVIAS EM PERNAMBUCO




Um balanço da Polícia Rodoviária Federal (PRF) apontou uma redução de 6,7% na quantidade de acidentes registrados no ano de 2020 nas rodovias federais de Pernambuco, em comparação com o ano anterior. Entre janeiro a dezembro do ano passado, foram verificadas 2.557 ocorrências, enquanto em 2019 foram 2.737 registros.

A quantidade de feridos foi praticamente a mesma, com 2.853 pessoas feridas em 2020 e 2.851 feridos no ano anterior. Já o número de mortes teve um aumento de 3%, com 317 pessoas que perderam a vida no ano passado e 308 mortes em 2019.

Destaca-se o aumento na quantidade de mortes por colisões frontais, que estão geralmente associadas a ultrapassagens mal sucedidas ou em local proibido. Em 2020, um total de 88 pessoas perderam a vida neste tipo de acidente, enquanto que 66 vítimas faleceram dessa forma em 2019.




Perfil dos Acidentes

A principal causa de acidentes em 2020 foi a falta de atenção do condutor, com 33% dos registros. Em seguida, estão a desobediência às normas de trânsito (14%), ingestão de álcool (9,1%), não guardar distância de segurança dos outros veículos (6%) e velocidade incompatível com a via (5,8%).

O tipo de acidente que mais ocorreu no ano passado foi a colisão traseira, com 19,5% do total. Na sequência, aparecem as colisões laterais (13,7%), saídas de pista (13%), colisões transversais (12,2%) e colisão frontal (8,3%).

Os homens foram as principais vítimas da imprudência nas rodovias federais, com 84,2% do total de mortes. A maioria dos acidentes ocorreu em retas (69%), com céu claro (53,6%) e em pleno dia (53,6%).

Entre as rodovias federais de Pernambuco que mais tiveram acidentes em 2020, estão a BR 101, com 1.022 registros, seguida pela BR 232, com 684 ocorrências e a BR 428, com 154 colisões.

Ações de fiscalização

Em 2020, foram consultados 311.839 veículos e 263.358 pessoas, sendo emitidos 131.511 autos de infração por diversas irregularidades. Destacam-se 6.922 pelo não uso do cinto de segurança, 6.405 por ultrapassagens em local proibido, 3.287 pela falta do capacete, 650 pela ausência dos dispositivos de retenção para crianças (bebê-conforto, cadeirinha ou assento de elevação) e 336 pelo uso do celular ao volante.

No combate à alcoolemia foram realizados 29.866 testes com o bafômetro, que resultaram em 873 motoristas autuados e 100 detidos pela mistura de álcool e direção.

As ações de Direitos Humanos alcançaram 13.765 pessoas, através de ações que buscam conscientizar sobre temas como o tráfico de pessoas, trabalho escravo e exploração sexual de crianças e adolescentes. As atividades de educação para o trânsito, que tratam sobre cuidados para evitar acidentes, alcançaram 4.873 motoristas e passageiros.

No ano passado, foram recolhidos 2.047 animais que estavam soltos nas rodovias, emitidas 521 autuações por excesso de peso e registradas 2,9 mil toneladas de mercadorias com excesso em veículos de carga.

A fiscalização resultou ainda no recolhimento de 6.798 veículos, 9.929 Certificados de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLVs) e 489 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs).


Fotos: PRF

Quem é Adriano Luiz?

Minha foto
Caruaru, PE, Brazil
Radialista desde abril de 2004. Locutor na Rádio Liberdade FM 94,7 de Caruaru-PE. Facebook, Twitter e Instagram: @adrianoluizloc