quinta-feira, 21 de abril de 2022

EVENTO EM HOMENAGEM AO MESTRE CAMARÃO É PROMOVIDO EM CARUARU

Programação será realizada nos dias 21 e 22 deste mês




A Prefeitura de Caruaru, por meio da Fundação de Cultura realizará, nos próximos dias 21 e 22 deste mês, um evento em homenagem ao Mestre Camarão, considerado Patrimônio Vivo, reconhecido pelo Governo do Estado. A iniciativa em parceria com a família do homenageado tem por objetivo ressaltar a cultura nordestina, bem como, a valorização do instrumento signo desta cultura, a sanfona.

O evento tem início na próxima quinta, 21, no Memorial da Cidade e contará com palestras, roda de conversa, apresentações artísticas e uma noite voltada para as obras em vinis do Mestre. A programação segue até a sexta, 22.


BIOGRAFIA:

Reginaldo Alves Ferreira, nascido em 23 de junho de 1940, no município de Brejo da Madre de Deus – PE, ficou conhecido pelo apelido de Camarão, dado pelo compositor e amigo Jacinto Silva, por ter suas bochechas avermelhadas.

Camarão dedicou a maior parte de sua vida à música, sobretudo, à sanfona. O interesse pelo instrumento surgiu dentro da própria família. O oito baixos do seu pai, que era deixado na cama quando ele ia para a roça, foi descoberto por Camarão. “Maria Bonita” foi tocada pelo menino aos sete anos de idade. Aos 20 anos, Camarão ingressou na Rádio Difusora de Caruaru, onde grandes músicos como Sivuca e Hermeto Pascoal também estiveram. Camarão recebeu grande influência de Luiz Gonzaga, inclusive na produção de seus primeiros discos.

Camarão teve grande importância na efervescência musical do Estado de Pernambuco. Em 1968, ele cria a primeira banda de forró do Brasil, a Banda do Camarão. Entre os discos, podemos citar: Camarão, Forró para Frente, Na Toca do Camarão – Camarão e seu Acordeon, A Bandinha do Camarão, Camarão plays Forró, Banda do Camarão, Forrofando em Caruaru. Na década de 1980, Camarão morou no Recife, onde ministrou aulas de sanfona na Escola de Acordeon de Ouro, fundada por ele e localizada em Areias. Foi homenageado no São João de Caruaru em 1999 e de Recife no ano de 2007. Camarão obteve o título de Patrimônio Vivo de Pernambuco em 2003.

O Mestre Camarão morreu na manhã do dia 21 de abril de 2015, aos 74 anos.


Confira a programação:
21 de abril:
Abertura: Salatiel de Camarão
19h – Palestra – Falando sobre o homenageado e intuito do evento
20h – Mediador – Jornalista Herlon Cavalcanti (convidados prestam homenagem ao Mestre)
21h – Apresentação artística – Ivison Trio

22 de abril:
19h – Noite do Vinil – A arte do Maestro Camarão (Vinis da obra do Mestre e uma noite de muita nostalgia)

Programação do São João de Caruaru 2022