quarta-feira, 29 de dezembro de 2021

GILVANDRO ESTRELA ENTREGA PRIMEIRA ESCOLA MUNICIPAL DA GESTÃO

Escola Municipal Professora Maria Antonieta Gomes Barbosa recebeu investimento de R$ 3,3 milhões e atenderá cerca de mil alunos




O prefeito de Belo Jardim, Gilvandro Estrela, cumpriu o compromisso firmado com a educação de Belo Jardim e inaugurou, nesta terça-feira (28), a Escola Municipal Professora Maria Antonieta Gomes Barbosa, a primeira da atual gestão, no bairro José Barbosa Maciel (Viana e Moura da BR). Com investimento de R$ 3,3 milhões, a unidade de ensino atenderá cerca de mil alunos da Educação Infantil aos anos finais do Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Durante a solenidade de inauguração, que foi aberta ao público, o prefeito Gilvandro Estrela também falou de sua alegria e gratidão por proporcionar uma obra tão importante para a comunidade. “Muito feliz por Deus ter me dado a condição de ter sonhado. Já dizia o poeta português Fernando Pessoa, que quando Deus quer, o homem sonha e a obra nasce. Deus quis, eu e minha equipe sonhamos e a obra nasceu”, disse o gestor.

A ideia de construir a escola no bairro José Barbosa Maciel, segundo a Prefeitura, foi de proporcionar às famílias da localidade uma escola para as crianças e jovens sem terem que se deslocar de um lado da rodovia para o outro, colocando suas vidas em risco e, principalmente, das crianças.




A escola recebeu o nome “Professora Maria Antonieta Gomes Barbosa” em homenagem a uma importante educadora que atuou na formação de professores no Curso de Magistério durante muitos anos e também deu muitas oportunidades de trabalho a professores em início de carreira em Belo Jardim. Maria Antonieta Gomes Barbosa também foi fundadora da Escola São Domingos Sávio.

A nova unidade escolar inaugurada possui, além de 12 salas de aulas, sala para a realização de Atendimento Educacional Especializado (AEE), biblioteca, refeitório e uma quadra poliesportiva coberta, cujo nome é José Iranaldo Souza, um filho de Belo Jardim, falecido vítima da Covid-19.

A construção foi realizada através dos recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB), por meio do percentual de 30% destinado à Manutenção e Desenvolvimento do Ensino (MDE).




Erguida em tempo recorde, quase quatro meses entre o início e a conclusão, a obra oferece uma estrutura digna para o povo belo-jardinense, com um método construtivo que melhora tanto as condições e trabalho dos profissionais da educação quanto a aprendizagem dos futuros alunos.

Titular da pasta, a secretária de Educação e Tecnologia, Carmen Peixoto, mencionou a importância da nova escola para a comunidade. “Quando surgiu a oportunidade de construirmos nossa primeira escola sugeri esta comunidade porque muito me inquietava ver crianças e jovens atravessando a BR-232 diariamente em busca de conhecimento. Este é um sonho que se tornou realidade”, afirmou.

Gilvandro Estrela declarou, ainda, que não medirá esforços para revolucionar a educação de Belo Jardim. “Fizemos a escola para mil alunos e, se for preciso, no futuro faremos outra para dois mil. O político que não pensa em educação é um político retrógrado, que não tem visão, não pensa no futuro, não tem amor nem a ele, nem a sua família, nem ao povo. Eu abraço essas crianças, que elas se sintam em casa sob a proteção de Deus e da saudosa Maria Antonieta”, disse Estrela.