sexta-feira, 30 de julho de 2021

FESTIVAL CULTURAL TRAZ O TEMA CANCELAMENTO EM 2° DIA DE DEBATE



O segundo dia do Festival Pernambuco em Cena acontecerá no dia 04 de agosto, das 19h às 21h. Entre os convidados, estão a artista pernambucana Juliana Notari, o professor e Filósofo Filipe Campello e o músico Martins


O evento vai ser realizado com transmissão pelo canal do Café Colombo no YouTube https://bit.ly/youtubecafecolombo e as inscrições podem ser feitas de forma gratuita através do link http://www.cafecolombo.com.br/pernambucoemcena/.

O termo cancelamento se tornou uma discussão constante e se trata de um debate central na contemporaneidade na era da informação, que hoje se expande nas redes sociais. A cultura do cancelamento tende a deslegitimar uma opinião ou ação, como coloca o mestre Tom Zé em sua música "Tribunal do Feicebuqui".

Porém, quais as consequências quando esse cancelamento se aplica à arte? Até que ponto tal atitude é nociva e interfere na liberdade criativa? Por essas e outras questões é essencial analisar e discutir os pontos que norteiam esse termo de forma ampla. Desse modo, a segunda mesa do festival traz o tema "Cancelamento: em tempos de redes sociais, há um limite para a arte e os artistas?"

Para compor a mesa de debates nesse segundo dia de evento, o festival conta com a participação de Juliana Notari, autora da obra Diva (uma intervenção artística de uma ferida-vulva). Instalada na Usina de Arte, a obra que aborda a relação entre natureza e cultura numa sociedade falocêntrica, dividiu opiniões na internet que questionam sobre a exposição de uma vulva ferida exposta e os trabalhadores negros que participaram da construção da escultura.

Além da presença de Juliana Notari, também fará parte da discussão o professor e filósofo Filipe Campello, dentre seus estudos estão temas como teoria crítica, teorias estéticas e críticas de arte. Campello, também é um dos nomes para o entendimento da cultura do cancelamento que possui raízes históricas como o linchamento e silenciamento.

Ainda no dia 04, o Festival Pernambuco em Cena terá um momento pocket show com o músico pernambucano Martins, que teve seu disco solo de estreia lançado em 2019. A partir de crônicas sobre vivências, amores e desamores, Martins retoma a raiz de sua influência na música - que está na literatura e na poesia popular. O evento terá Simone Lyra como intérprete de Libras e mediação com Rayanne Soares, repórter do Café Colombo.

A ideia do Festival surgiu em razão do sentimento de promover discussões que margeiam a intensa movimentação cultural pernambucana. O Café Colombo é um projeto de extensão da UFPE/CAA, composto por 20 estudantes, que produz jornalismo cultural e pretende expandir o diálogo com a população sobre a cena cultural de Pernambuco.