terça-feira, 15 de dezembro de 2020

MULHERES DE CARUARU VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA ENCONTRAM ACOLHIMENTO GARANTIDO




A Secretaria de Políticas para Mulheres (SPM) segue trabalhando para acolher as mulheres vítimas de violência doméstica e familiar. Dentro das ações executadas pela pasta, a SPM tem oferecido acolhimento psicossocial e orientação jurídica às vítimas de violência contra a mulher e incentivado a sociedade a denunciar os agressores e mesmo atravessando um momento delicado por causa da pandemia de COVID-19, o órgão continua oferecendo todos os serviços.

“É importante que as mulheres acreditem que existe vida pós-violência, que existem políticas públicas para garantir seus direitos, que ela, que elas não estão sozinhas. Entender que a violência doméstica e familiar não é apenas física, mas também moral, sexual, patrimonial e psicológica. E que se uma pessoa a agride uma vez, nada impede que a violência se repita, podendo chegar a um feminicídio. Precisamos intervir na violência doméstica e familiar: esse problema é de todas e todos”, explica Juliana Gouveia, secretária de Políticas para Mulheres.




Em Caruaru, a SPM conta com uma Rede de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher disponível para atendê-la através dos seguintes contatos:
Para denunciar agressões e pedir ajuda:
180 – Central de Atendimento à Mulher
190 – Polícia Militar
(81) 3719-9108 – Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher
(81) 99488-7589 – Patrulha Maria da Penha da Polícia Militar
(81) 98384-3226 – Patrulha Municipal Maria da Penha
(81) 3719-4545 - Disque Denúncia

Para acolhimento, orientações jurídicas, sociais e suporte psicológico:
(81) 98384-4310 – Centro de Referência da Mulher Maria Bonita
(81) 3724-8600 – Secretaria de Políticas para Mulheres de Caruaru.