terça-feira, 12 de maio de 2020

ESTABELECIMENTOS FORAM LACRADOS NO PARQUE 18 DE MAIO PELA FISCALIZAÇÃO


As fiscalizações conjuntas entre a Secretaria de Ordem Pública, Autarquia Municipal de Defesa Social, Trânsito e Transportes (DESTRA), Guarda Municipal, Secretarias da Fazenda e de Serviços Públicos, PROCON, Ouvidoria, Vigilância Sanitária e Autarquia de Urbanização e Meio Ambiente de Caruaru, além de entidades parceiras como Polícia Militar, Bombeiro Militar, Bombeiro Civil e Disque-Denúncia, em quase dois meses de trabalho, já registraram e apuraram em campo quase 6 mil denúncias, com uma média diária de 110 demandas. Durante o percurso, a equipe de fiscalização realiza outras abordagens, e o direcionamento aos bairros é realizado pela análise do mapeamento do nível de isolamento social. 

Em virtude da insistência da população e observância de maior aglomerações no centro de Caruaru, os trabalhos foram intensificados. As ações têm como objetivo reduzir ainda mais a circulação de pessoas nas vias da cidade, como a limitação do número de pessoas da mesma família em estabelecimentos comerciais e a obrigatoriedade em oferecer itens de higiene para os clientes acessarem os locais.


Em caso de descumprimento das medidas impostas por força dos decretos Estaduais e Municipais, os estabelecimentos continuam sujeitos à suspensão do alvará, aplicação de multa e condução a delegacia de polícia com a Polícia Militar, em função do enfrentamento ao COVID-19. A pena varia de detenção de um mês a um ano. Durante quase dois meses de fiscalização, algumas pessoas foram conduzidas à delegacia, atuadas pelos crimes de desacato, lesão corporal e reincidência na tentativa de funcionamento do estabelecimento.

“Nesta segunda-feira (11), o Grupo de Fiscalização Integrada Covid-19, com o reforço da Polícia Militar, esteve acompanhado in loco a movimentação no Parque 18 de Maio, evitando o funcionamento do local, por parte de alguns sulanqueiros. Lojas foram interditadas com lacres inviolável, mercadorias apreendidas e carros foram multados pela insistência dos comerciantes próximo a feira da sulanca. A prefeitura reforça o sucesso da plataforma chamada Delivery Sulanca, que está funcionando no Polo Caruaru”, comentou a secretária de ordem pública Karla Vieira.


A população pode contribuir denunciando casas de shows e bares por meio do disque-denúncia, nos telefones: 3719–4545 (das 7h às 19h, de segunda a sábado), ou pelo WhatsApp 98256 - 4545/ 98170-2525. Outro contato disponível é o da ouvidoria municipal, no número 156 (das 7h às 13h, de segunda a sexta), ou no WhatsApp 98384-5936. A denúncia pode ser feita também pelo 190 da Polícia Militar.

Quem é Adriano Luiz?

Minha foto
Caruaru, PE, Brazil
Radialista desde abril de 2004. Locutor na Rádio Liberdade FM 94,7 de Caruaru-PE. Facebook, Twitter e Instagram: @adrianoluizloc